Dúvidas frequentes

Criamos este espaço para facilitar os esclarecimentos das perguntas mais frequentes. Caso você permaneça com alguma dúvida, contate-nos pelo telefone (11) 5517-0717.

O que fazer em caso de óbito?
O momento da perda é carregado de emoção e, muitas vezes, deixa os familiares confusos sobre as medidas que devem ser tomadas. O Memorial Parque das Cerejeiras entende essa dor e preparou um pequeno guia sobre os procedimentos de funeral. Veja:

  • Se o falecido possuir seguro funeral, acione a companhia de seguros para que sejam tomadas todas as providências;
  • Na ausência de seguro funeral, algum familiar deve tratar dos procedimentos;
  • Para quem reside em São Paulo, as medidas devem ser tomadas em um das agências do Serviço Funerário do Município de São Paulo (SFMSP), com a apresentação dos documentos abaixo:
  1. laudo médico comprovando o falecimento;
  2. documento do falecido, como RG ou Certidão de Casamento ou Carteira Profissional ou Titulo de Eleitor ou Certificado de Reservista.
  • Em caso de morte natural em casa, sem a assistência médica, ou morte violenta, a família deve procurar o Distrito Policial mais próximo.

O que é exumação, para que serve e quem pode autorizar?
Exumar é o ato de retirar os despojos mortais da sepultura e reacomodá-los em uma urna menor. O seu objetivo é criar espaço para uma nova utilização do jazigo e/ou mudança de sepultura.

Em São Paulo, é necessária a autorização do Serviço Funerário do Município de São Paulo. É preciso preencher um formulário específico com assinaturas do proprietário do jazigo e um parente próximo ao falecido. Após a entrega do documento, o prazo para autorização é de aproximadamente 40 dias. Caso seja interesse da família, auxiliamos no preenchimento e no trâmite da documentação.
O que é traslado, para que serve e quem pode autorizar?
Trasladar é o ato de retirar a urna da sepultura e reacomodá-la em outra sepultura.

Em São Paulo, é necessária a autorização do Serviço Funerário do Município de São Paulo. É preciso preencher um formulário específico com assinaturas do proprietário do jazigo e um parente próximo ao falecido. Após a entrega do documento, o prazo para autorização é de aproximadamente 40 dias. Caso seja interesse da família, auxiliamos no preenchimento e no trâmite da documentação.
Posso ampliar o meu jazigo? Como funciona?
Sim, é possível fazer a ampliação do seu jazigo.

Para a ampliação do jazigo, calculamos a diferença do preço do seu jazigo atual para o de seu interesse. Esse valor pode ser parcelado em até 42 meses. Havendo interesse, procure a nossa administração ou ligue (11) 5517-0717.
Gostaria de mudar o meu jazigo de quadra, é possível?
Sim, é possível a troca de quadra. Procure a nossa administração no cemitério para informações das quadras disponíveis e do custo para a troca ou ligue (11) 5517-0717.
Existem diversos tipos de jazigo? Para que serve a área lateral?
Temos nove tipos distintos de jazigos. A diferença entre eles está na capacidade de cada um e na existência ou não da área lateral/central. Caso tenha interesse, acesse aqui para conhecê-los.

A área lateral/central é um local de acesso independente às gavetas. A sua vantagem é a possibilidade de efetuar a exumação, traslado ou inumação em qualquer gaveta a qualquer momento (respeitando o prazo legal de 3 anos).
Comprei um jazigo, ele será meu para sempre?
Sim. O jazigo é seu para sempre e servirá a você e aos seus sucessores.
Cemitério polui?
Não. O cemitério construído de acordo com as normas ambientais não traz qualquer risco ao meio ambiente. Pelo contrário, nas grandes cidades, os cemitérios se tornam grandes parques, com fauna e flora abundantes.
Quem tem direito ao seguro DPVAT? Como receber?
Tem direito ao seguro DPVAT as famílias de pessoas que morreram por Acidente de Trânsito ou atropelamento. A família mesmo pode solicitar a indenização do Seguro Obrigatório sem a necessidade de terceiros. Para mais informações, acesse www.dpvatseguro.com.br.
O que é pensão por morte e como solicitar?
A pensão por morte é um benefício pago pelo INSS à família do trabalhador quando ele morre. Para a concessão da pensão por morte, não há tempo mínimo de contribuição, mas é necessário que o óbito tenha ocorrido enquanto o trabalhador tinha a qualidade de segurado. O benefício pode ser solicitado pelo telefone 135, pelo portal da Previdência Social ou nas Agências da Previdência Social, mediante o cumprimento das exigências legais.
Como proceder para a doação de órgãos?
Se o falecido manifestou o desejo e os familiares não se opõem, a doação de órgãos poderá ocorrer desde que atenda algumas regras estabelecidas para essa finalidade. Para mais informações, acesse o Portal da Saúde.
Como emitir 2ª via de boleto?
Para solicitar a 2a via do boleto para pagamento, envie um e-mail para o endereço atendimento@cerejeiras.com.br ou ligue para o telefone (11) 5545-5500.

O que fazer em caso de óbito?

O momento da perda é carregado de emoção e, muitas vezes, deixa os familiares confusos sobre as medidas que devem ser tomadas. O Memorial Parque das Cerejeiras entende essa dor e preparou um pequeno guia sobre os procedimentos de funeral. Veja:

  • Se o falecido possuir seguro funeral, acione a companhia de seguros para que sejam tomadas todas as providências;
  • Na ausência de seguro funeral, algum familiar deve tratar dos procedimentos;
  • Para quem reside em São Paulo, as medidas devem ser tomadas em um das agências do Serviço Funerário do Município de São Paulo (SFMSP), com a apresentação dos documentos abaixo:
  1. laudo médico comprovando o falecimento;
  2. documento do falecido, como RG ou Certidão de Casamento ou Carteira Profissional ou Titulo de Eleitor ou Certificado de Reservista.
  • Em caso de morte natural em casa, sem a assistência médica, ou morte violenta, a família deve procurar o Distrito Policial mais próximo.
O que é exumação, para que serve e quem pode autorizar?

Exumar é o ato de retirar os despojos mortais da sepultura e reacomodá-los em uma urna menor. O seu objetivo é criar espaço para uma nova utilização do jazigo e/ou mudança de sepultura.

Em São Paulo, é necessária a autorização do Serviço Funerário do Município de São Paulo. É preciso preencher um formulário específico com assinaturas do proprietário do jazigo e um parente próximo ao falecido. Após a entrega do documento, o prazo para autorização é de aproximadamente 40 dias. Caso seja interesse da família, auxiliamos no preenchimento e no trâmite da documentação.

O que é traslado, para que serve e quem pode autorizar?

Trasladar é o ato de retirar a urna da sepultura e reacomodá-la em outra sepultura.

Em São Paulo, é necessária a autorização do Serviço Funerário do Município de São Paulo. É preciso preencher um formulário específico com assinaturas do proprietário do jazigo e um parente próximo ao falecido. Após a entrega do documento, o prazo para autorização é de aproximadamente 40 dias. Caso seja interesse da família, auxiliamos no preenchimento e no trâmite da documentação.

Posso ampliar o meu jazigo? Como funciona?

Sim, é possível fazer a ampliação do seu jazigo.

Para a ampliação do jazigo, calculamos a diferença do preço do seu jazigo atual para o de seu interesse. Esse valor pode ser parcelado em até 42 meses.  Havendo interesse, procure a nossa administração ou ligue (11) 5517-0717.

Gostaria de mudar o meu jazigo de quadra, é possível?

Sim, é possível a troca de quadra. Procure a nossa administração no cemitério para informações das quadras disponíveis e do custo para a troca ou ligue (11) 5517-0717.

Existem diversos tipos de jazigo? Para que serve a área lateral?
Temos nove tipos distintos de jazigos. A diferença entre eles está na capacidade de cada um e na existência ou não da área lateral/central. Caso tenha interesse, acesse aqui para conhecê-los.

A área lateral/central é um local de acesso independente às gavetas. A sua vantagem é a possibilidade de efetuar a exumação, traslado ou inumação em qualquer gaveta a qualquer momento (respeitando o prazo legal de 3 anos).
Comprei um jazigo, ele será meu para sempre?

Sim. O jazigo é seu para sempre e servirá a você e aos seus sucessores.

Cemitério polui?

Não. O cemitério construído de acordo com as normas ambientais não traz qualquer risco ao meio ambiente. Pelo contrário, nas grandes cidades, os cemitérios se tornam grandes parques, com fauna e flora abundantes.

Quem tem direito ao seguro DPVAT? Como receber?

Tem direito ao seguro DPVAT as famílias de pessoas que morreram por Acidente de Trânsito ou atropelamento. A família mesmo pode solicitar a indenização do Seguro Obrigatório sem a necessidade de terceiros. Para mais informações, acesse www.dpvatseguro.com.br.

O que é pensão por morte e como solicitar?

A pensão por morte é um benefício pago pelo INSS à família do trabalhador quando ele morre. Para a concessão da pensão por morte, não há tempo mínimo de contribuição, mas é necessário que o óbito tenha ocorrido enquanto o trabalhador tinha a qualidade de segurado. O benefício pode ser solicitado pelo telefone 135, pelo portal da Previdência Social ou nas Agências da Previdência Social, mediante o cumprimento das exigências legais.

Como proceder para a doação de órgãos?

Se o falecido manifestou o desejo e os familiares não se opõem, a doação de órgãos poderá ocorrer desde que atenda algumas regras estabelecidas para essa finalidade. Para mais informações, acesse o Portal da Saúde.

Como emitir 2ª via de boleto?

Para solicitar a 2a via do boleto para pagamento, envie um e-mail para o endereço atendimento@cerejeiras.com.br ou ligue para o telefone (11) 5545-5500.